sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) -Exclusivo: presidente garante realização do concurso

As declarações de Lindolfo são semelhantes às do ministro Garibaldi, frente à grande carência de pessoal do INSS. O presidente também apontou as transições do governo como justificativa para a demora do sinal verde, e afirmou que a auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU), recomendando a realização do concurso, aliada à situação delicada do instituto, com cerca de 10 mil servidores para se aposentar, são fatores que pressionam a pasta para autorizar a seleção. A expectativa é que o processo seja acelerado logo no início de 2015. A solicitação é de 4.730 vagas, sendo 2 mil para técnico do seguro social, de nível médio, com remuneração de R$4.400,87, 1.580 de analista do seguro social, de nível superior, com rendimento de R$7.147,12, e 1.150 de perito médico, também de 3º grau, para remuneração de R$10.056,80.

Entre as pressões que o governo sofre para acelerar o processo e autorizar o concurso está o fato de 10.106 servidores da autarquia estarem em condições de se aposentar (correspondente a 26% dos 38.222 servidores ativos), sendo 6.330 técnicos, 14 analistas, 342 peritos e 3.420 de cargos em processo de extinção (1.024 agentes de serviços diversos e 705 datilógrafos). Além disso, a situação das agências por todo o país é delicada, com mais de 50% dos seus servidores recebendo abono de permanência. Levando em conta os números por estados, o Rio tem 39% dos servidores podendo aposentar-se nos próximos anos. Lindolfo também deixou uma mensagem aos que sonham em ingressar no INSS. “Se eu tivesse um filho querendo ser servidor público do INSS, eu diria para ele estudar, porque o concurso virá com certeza, e outras seleções também. Então, acho que ele deve estar preparado, pois quem assim está tem suas chances de aprovação aumentadas.”

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

O professor do Meritus, Hermeraldo Andrade, dá dicas sobre preparação para concurso.

2015 CHEGA COM TUDO

Vagas que ficaram represadas no Executivo, Legislativo e Judiciário vão ser alvo de muitos editais no próximo ano. Para abrir vantagem, candidato deve ter foco e método de estudo

A previsão de que 2015 concentre mais vagas em concursos que 2014, impactado pelas eleições, reforça um dos desafios de quem investe na carreira pública: foco para escolher. Segundo Hermeraldo Andrade, professor de direito constitucional do Meritus, a expectativa é de muitos e de bons concursos no próximo ano, já que a tendência é descarregar todas as vagas que ficaram represadas, tanto no Executivo, quanto no Judiciário e Legislativo. Os dois primeiros poderes, inclusive, devem ser responsáveis pela maioria da oferta, casos dos concursos para o TRT-MG, TRE-MG, Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Polícia Federal, Receita Federal e dos vários ministérios que também devem publicar editais.

Polícia Federal (PF) - AGU derruba liminar que suspendeu o concurso

Advocacia Geral da União (AGU) conseguiu derrubar a liminar que suspendeu o concurso da Polícia Federal (PF) para 600 vagas de agente. A seleção havia sido paralisada pelo juiz da 1ª Vara Federal de Uberlândia/MG, Bruno Vasconcelos, em atenção a pedido do Ministério Público Federal (MPF) para adequação dos testes físicos e do curso de formação às necessidades dos candidatos com deficiência, que contam com reserva de 30 vagas. O Cespe/UnB, organizador do concurso, deverá divulgar novas informações sobre a seleção no próximo dia 28.

Segundo informou a AGU, a continuidade do concurso foi garantida após o relator do recurso da União na 5ª turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) ter acolhido os argumentos apresentados, deferindo o pedido para suspender os efeitos da decisão até o pronunciamento definitivo do colegiado. O magistrado destacou que “a previsão editalícia de inaptidão decorrente de determinadas condições físicas foi estabelecida para todos os candidatos participantes do certame, independentemente da sua condição de ser ou não portador de necessidades especiais, a descaracterizar o tratamento supostamente diferenciado, alegado pelo Ministério Público Federal, na hipótese dos autos”.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT-MG) - Tribunal finaliza preparativos do concurso. 2º e 3º graus

O Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT-MG), da 3º Região, está finalizando os preparativos do edital do concurso para técnico e analista judiciários. A previsão é que o documento seja divulgado no mês de dezembro. A expectativa é de que sejam oferecidas oportunidades para os níveis médio, médio/técnico e superior, de acordo com as áreas desejadas. Segundo a assessoria do órgão, o concurso tem como objetivo reforçar o quadro de pessoal do tribunal.

A seleção atrai muitos interessados em busca de status e estabilidade, uma vez que oferece ótimos salários, com vencimentos que são de R$4.635,03 para técnico, de níveis médio e médio/técnico; e de R$7.566,42 a R$9.188,20 para analista, de nível superior, o regime de contratação é o estatutário.

"o concurso é uma das reivindicações da categoria e visa amenizar a carência, sendo que a função de técnico, com maior rotatividade, poderá oferecer mais oportunidades", destacou o coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal no Estado de Minas Gerais (Sitraemg), Alan da Costa, em entrevista à FOLHA DIRIGIDA. 


terça-feira, 18 de novembro de 2014

Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) - Concurso de auditor já está autorizado, diz ministro

O ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, afirmou à FOLHA DIRIGIDA nesta segunda-feira, dia 17, que o concurso para auditor-fiscal do trabalho solicitado ao Ministério do Planejamento já foi autorizado. “Foi autorizada agora a realização de concurso para 840 ou 850 auditores-fiscais. O concurso será no decorrer do primeiro semestre de 2015”, disse ele. O cargo é aberto àqueles que possuem o ensino superior completo em qualquer área e tem remuneração inicial de R$15.338,44 (R$16.116,64 a partir de janeiro, incluindo o auxílio-alimentação, de R$373), além de contratação pelo regime estatutário, que prevê estabilidade.

A declaração do ministro aponta para uma permissão informal, que ainda terá que ser oficializada por meio de portaria a ser publicada no Diário Oficial da União (DOU). Isso porque o processo referente ao pedido do concurso, para 800 vagas, prossegue em análise no Planejamento, tendo tramitado para departamento da Secretaria de Gestão Pública no último dia 11, após cinco meses parado.

Publicado o edital para concurso de técnico do TRE-MG

O TRE-MG torna público o edital de abertura do concurso 2014, para o preenchimento de 19 vagas de técnico judiciário, cujo grau de formação é o nível médio.
Estão disponíveis no edital 16 vagas para o cargo de Técnico Judiciário - Área Administrativa (sem especialidade); 01 vaga na especialidade Técnico de Contabilidade; 02 vagas na especialidade Técnico em Edificações e cadastro de reserva para a especialidade Programação de Sistemas.
As vagas para a área administrativa são destinadas às Zonas Eleitorais do interior e as vagas dos cargos com especialidades são para lotação em Belo Horizonte. 
A empresa realizadora do concurso será a CONSULPLAN CONSULTORIA PLANEJAMENTO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA LTDA.
As inscrições poderão ser realizadas no site da referida empresa durante o período de 24 de novembro a 16 de dezembro de 2014 e terão um custo de R$ 60,00. As provas serão realizadas em Belo Horizonte, na data provável de 29 de março de 2015.  
Serão cobradas provas objetivas e discursivas, cujos conteúdos programáticos estão informados no edital.
Clique aqui para acessar o edital publicado no DOU, de 18/11/2014.
Fonte: tre-mg.jus.br

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Especialista fornece dicas de como se preparar para o concurso da Educação

Aguardado por muitos concurseiros, o concurso para a Secretaria do Estado de Educação de Minas Gerais (SEE-MG), terá edital publicado em novembro. Para auxiliar na preparação dos interessados, FOLHA DIRIGIDA ouviu a coordenadora do curso Meritus Concursos, em Belo Horizonte,  Érica Oliveira, que falou sobre a preparação para a prova, da importância do concurso, dos principais erros dos candidatos, entre outras ponderações.

Inicialmente, a especialista ressaltou que mais importante do que saber das dicas e características da prova que vai realizar, o candidato deve se preocupar em ter uma  boa base teórica e se atentar às bibliografias do edital que vier a ser publicado.