quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Jornal do Buritis: Professora Raquel Cesário dá dicas de Português para as provas da Cespe

O primeiro grande desafio de um concurseiro é decidir ser concurseiro. Ele não pensa que será tão difícil até começar essa nova vida. No início, acredita que já está quase, falta pouco. O problema é que esse “pouco que falta” demora para chegar. E chega com muita batalha, suor, sofrimento, erros e acertos. Depois que começou, não dá para desistir, afinal seria perdido todo o esforço. Tenho vivido essa experiência há alguns anos, como professora e depois esposa de concurseiro. Participei de grandes vitórias e me orgulho da conquista de meu marido. Mas não é nada fácil. Para começar essa caminhada, é importante ter um planejamento bem realista e focado. Em primeiro lugar, é fundamental saber quanto tempo dispõe para dedicar aos estudos, em quanto tempo deseja ser aprovado, e como irá trabalhar para conquistar tal objetivo. É claro que todo mundo quer a aprovação o mais rápido possível, mas sabemos que ser aprovado em um cargo público tem sido tarefa cada vez mais árdua. É necessário constância nos estudos e bastante perseverança.

Há várias organizadoras de provas, e uma das principais é o Cespe/UNB. Ela faz os concursos da área de segurança, agências reguladoras, alguns tribunais, MPU, entre outros. Particularmente, gosto muito de suas provas, porque se baseiam no raciocínio e na habilidade de leitura do candidato.

Para fazer uma boa prova do Cespe, o candidato deverá  passar por três estágios: conhecer bem o conteúdo, estabelecer raciocínio adequado sobre ele e saber interpretar textos. Como na maioria das bancas, o conteúdo mais cobrado é a Sintaxe: concordância verbal e nominal, emprego dos sinais de pontuação, coordenação e subordinação, regência. Mas, no Cespe, a prova de Português apresenta textos de Literatura, cobra questões de inferência e análises de informações. Além disso, o próprio enunciado é, muitas vezes, uma incógnita para o candidato. Ele precisa estar bem treinado para entender a instituição. Nessa prova, existem, comumente, três tipos de erros: inversão do conteúdo, extrapolação da ideia apresentada no texto e, o mais difícil de perceber, o uso de conjunções inadequadas para ligar duas informações verdadeiras no texto. Por exemplo: O item apresenta duas ideias que são verdadeiras no texto, mas as liga com uma conjunção de oposição, uma relação não apresentada. Esse é o erro mais difícil de ser percebido.

Para uma boa preparação, o candidato deve fazer um bom curso preparatório, para saber o que estudar e como estudar, mas é fundamental o estudo individual. As leituras complementares, a realização de exercícios são imprescindíveis para o sucesso na prova. Acredito muito em exercícios comentados. Eles mostram se o candidato está no caminho certo e ajudam a pensar como a banca. Afinal, o candidato aprovado não é aquele que sabe a matéria de cor, é aquele que acerta o maior número de questões. E, para isso, saber o conteúdo é só o primeiro passo de uma longa caminhada.

Raquel Cesário
Professora de Português

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Dataprev - Saiu edital para 4.016 vagas em cadastro. 2º e 3º graus

Cumprindo a previsão de edital este mês, a Empresa de Tecnologia da Previdência Social (Dataprev) divulgou nesta segunda-feira, dia 20, no Diário Oficial da União, o edital do concurso para cargos de níveis médio/técnico e superior. A seleção tem 4.016 vagas em cadastro de reserva (com 10% da oferta para deficientes), que poderá ser utilizado durante a validade do concurso, de dois anos, podendo dobrar. As vagas estão distribuídas por todo o país. 

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

TRE/MG: Consuplan vai organizar concurso!

A Consulplan foi escolhida para organizar o concurso para técnico judiciário do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG). A escolha da empresa ocorreu na última terça-feira, dia 14 de outubro, através de pregão eletrônico. As demais concorrentes poderão entrar com recursos. Os prazos recursais são legais e deverão ser concedidas, três dias úteis para o licitante registrar as razões do recurso e de mais três dias úteis para as contra razões dos demais licitantes. Após, o solicitante terá cinco dias úteis para proferir a sua decisão, e caso o recurso seja aceito, haverá retorno de fase do pregão em decorrência do acolhimento do mesmo. Caso o recurso seja rejeitado elabora-se relatório final acerca do procedimento licitatório e encaminha-se o autos para homologação e conseqüente empenhamento e liquidação da despesa.
 
Os interessados deverão intensificar os estudos, uma vez que, após escolha da organizadora, estará mais próximo da divulgação do documento contendo as regras do concurso. Inicialmente, serão oferecidas 19 vagas, sendo 16 destinadas à função de técnico judiciário na área Administrativa, uma de técnico em Contabilidade, duas de técnico em Edificações e cadastro reserva para apoio especializado na área de Programação de Sistemas. Há grandes chances de candidatos serem chamados além do número de estipulado, como aconteceu em 2008.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

SES - MG suspende concurso para Auditor e mantém CP 02/2014 aberto

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais  divulgou documento de suspensão do concurso público 01/2014, em atendimento à decisão liminar em mandato de segurança nº. 1.0000.077877-0/000.

Em ocasião anterior o certame havia sido prorrogado de 6 de outubro de 2014 a 9 de novembro de 2014.

Os interessados deveriam atender aos requisitos do cargo pretendido e preencher formulário pela página eletrônica www.funcab.org ou em um dos postos disponibilizados pela organizadora (confira os endereços anexos ao certame).

Mas além desse certame, há o CP 02/2014, que segue com período de inscrição aberto até 26 de outubro de 2014, com taxas de R$ 42,00 e R$ 53,00.

SES - MG suspende concurso para Auditor e mantém CP 02/2014 aberto

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais  divulgou documento de suspensão do concurso público 01/2014, em atendimento à decisão liminar em mandato de segurança nº. 1.0000.077877-0/000.
Em ocasião anterior o certame havia sido prorrogado de 6 de outubro de 2014 a 9 de novembro de 2014.
Os interessados deveriam atender aos requisitos do cargo pretendido e preencher formulário pela página eletrônica www.funcab.org ou em um dos postos disponibilizados pela organizadora (confira os endereços anexos ao certame).
Mas além desse certame, há o CP 02/2014, que segue com período de inscrição aberto até 26 de outubro de 2014, com taxas de R$ 42,00 e R$ 53,00.
Em ocasião anterior foi divulgada a quarta retificação desses editais, sendo que no CP 01/2014 alterou-se o decreto contido no último subitem do item que trata das disposições finais; e no segundo, corrigiu-se o conteúdo programático de nível médio/ disciplinas comuns; e conteúdos programáticos específicos/ Núcleo Temático de Direito.

Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) - Tribunal realizou pregão na terça, dia 14

Mais um importante passo foi dado para a realização do concurso para técnico judiciário do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG): ocorreu nesta terca-feira, dia 14 de outubro, o pregão eletrônico que vai a escolher a empresa que ficará responsável pela seleção. A expectativa é de que seja anunciada ainda hoje, 15 de outubro, a vencedora. Após o anúncio, aquelas que sentirem prejudicadas poderão entrar recursos.

Estão participando do pregão as empresas Assessoria em Organização de Concursos Públicos (AOCP), Metrópole Comércio Serviços e Soluções Empresariais (EIRE), Intituto Brasileiro de Gestão e Pesquisa (IBGP), Instituto Bezerra Nelson Ltda (ME), Consultoria e Planejamento em Administração (Consulplan), entre outras. 

Polícia Federal (PF) - Governo altera regras para concursos da corporação

O governo federal editou nesta terça-feira, dia 14, dois atos que mexem com os procedimentos de ingresso na carreira de policial federal, em especial na de delegado. Por meio de decreto, foi excluída a necessidade de autorização do Ministério do Planejamento para a abertura de concursos para policial. Além disso, uma medida provisória ampliou as exigências para o ingresso no cargo de delegado. Os dois atos foram publicados no Diário Oficial da União (DOU) desta terça.